Weby shortcut

fibras

Por Ligia Nunes. Criada em 23/12/11 00:01. Atualizada em 26/08/16 16:27.

Fibras Óticas

Evolução da fibras ótica multi modo

1-Introdução
2-Descrição
3-Largura de Banda
4-Compatibilidade
5-Conclusões

 

1-Introdução

      Existem diferentes tipos de fibras ópticas que, por sua vez, possuem diferentes características construtivas, sendo otimizadas para determinadas aplicações.

       As fibras ópticas são classificadas como Multimodo ou Monomodo. As fibras Multimodo são utilizadas na maioria das aplicações em rede locais (LAN). 
      Em função do diâmetro do seu núcleo é possível a utilização de transmissores relativamente baratos (LED - Light Emitting Diode e VCSEL - Vertical Cavity Surface Emitting Laser) e conectores de baixo custo.
      As fibras Monomodo são adequadas para aplicações que envolvam grandes distâncias, embora requeiram conectores de maior precisão e dispositivos de alto custo.
       Nos últimos quinze anos os protocolos de transmissão de dados evoluíram rapidamente, depois do 10Mbps Ethernet, surgiram o 100Mbps FDDI, 100 Mbps Fast Ethernet, 155 Mbps ATM, 622 Mbps ATM, Gigabit Ethernet, e atualmente estuda-se o 10 Gigabit Ethernet.
       Em função disto, torna-se necessário também a evolução do meio físico utilizado. O uso de LED's como fonte de emissão de luz é viável para protocolos até 622 Mbps ATM.
       Para taxas de transmissão de Gigabit, uma alternativa é o uso do VCSEL. Como as fibras Multimodo 50mm são otimizadas para aplicações com VCSEL (850 nm), elas vêm aumentando a sua participação no mercado.

      Neste informativo detalharemos as principais vantagens e aplicações da fibra óptica multimodo 50mm, comparando o seu desempenho com a fibra multimodo 62,5mm.

2-Descrição

     A  diferença básica entre as fibras 50mm e 62,5mm é o diâmetro do núcleo das mesmas, como pode ser visto na figura 1.

Diferença básica entre as fibras 50mm e 62,5mm

      Como a fibra 50mm possui o mesmo diâmetro de casca (125mm) que a fibra 62,5mm, torna-se viável a utilização das mesmas ferramentas e equipamentos de fusão e medição para os dois tipos de fibra. Além disso, temos a garantia de que as duas apresentam as mesmas propriedades mecânicas.

      Na tabela abaixo, são apresentadas as principais características ópticas e mecânicas para estas fibras.

CARACTERÍSTICAS ÓPTICAS

Características Ópticas das fibras de 50mm e 62,5mm

 

CARACTERÍSTICAS MECÂNICAS

Características Mecânicas das Fibras Ópticas

3-Largura de Banda

      A Largura de Banda é a medida da quantidade de informação que pode ser transmitida em determinado meio, e indicada em MHz.km. As vantagens de uma maior Largura de Banda são a possibilidade de obter comprimentos de Links maiores (para determinado protocolo); ou maiores taxas de transmissão (para dado comprimento).

     A tabela a seguir apresenta as distâncias indicadas para aplicações em Gigabit Ethernet, e exemplifica bem as vantagens da maior largura de banda, apresentada pela fibra 50mm.

Largura de Banda das fibras ópticas

 

4-Compatibilidade

     A grande dúvida surge pois praticamente toda a rede instalada utiliza fibra MM 62,5mm. Como se comportará a fibra MM 50mm no sistema atual? Em sistemas com VCSEL, onde o "spot size" (diâmetro do feixe luminoso) é muito menor que o núcleo das fibras (ver figura 3), a transição entre fibras de diferentes diâmetros de núcleo não se torna um fator crítico.

      Quando utiliza-se LED, como o "spot size" é maior que o núcleo (ver figura 2), ocorre um acréscimo de atenuação na emenda de fibras com diâmetro de núcleos diferentes. Todavia, em testes realizados, verificou-se que a magnitude destas perdas são baixas, e os limites especificados de atenuação para os links são atendidos.

Compatibilidade das fibras ópticas

A figura 4 ilustra, de maneira didática, o efeito ocorrido na conexão de fibras de diferentes tamanhos de núcleo, quando utiliza-se LED's para transmissão de sinais luminosos.

Direção da transmissão em fibras ópticas

 

5-Conclusões

       As fibras Multimodo 50mm apresentam como principal vantagem a maior largura de banda, possibilitando comprimentos maiores de links.
        É a fibra ideal para os protocolos de alta velocidade, como por exemplo, Gigabit Ethernet.
       A fibra 50/125mm é compatível com a fibra 62,5/125mm, em todas as aplicações envolvendo LED's ou VCSEL. Desta forma, é aceitável o uso dos dois tipos de fibra na mesma rede.
       O uso das fibras 50mm, no mercado americano, está crescendo com o avanço da utilização de protocolos de maior velocidades (Gigabit Ethernet e 10 Gigabit Ethernet).

Fonte: Informativo Técnico Furukawa



Listar Todas Voltar